Como estamos sendo impactados pela evolução da Internet?

É possível ver as mudanças que o mundo digital sofreu nos últimos anos. Quando as primeiras conexões surgiram o acesso e o alcance ainda eram limitados. Mas, como estamos sendo impactados por essa evolução?  

Primeiro vamos recordar um pouco da evolução dessa criação humana interativa que revolucionou o mundo:

1) Dial modem: É a famosa conexão discada. Para quem não lembra, um dos tipos de internet que deu pontapé na criação de redes no Brasil. Como se tratava de uma internet feita através da linha telefônica, o computador precisava ficar perto da tomada ou ao alcance do fio, limitando a distância.

2) xDSL: Um avanço da Internet foi a criação do xDSL (Digital Subscriber Line ou linha de assinante digital). Essa conexão passou a permitir um acesso até cinco vezes mais rápido, ela era conectada a um modem específico, acabando de vez com a necessidade de fazer ligações para a operadora.

3) Internet a Cabo, convencional ou conhecida como Banda Larga: Algumas empresas resolveram pegar a tecnologia da TV a cabo e implantar à internet. A internet a cabo facilitou a criação de redes de computador, permitindo que a conexão fosse dividida em múltiplas máquinas.

4) Wi-Fi: O Wi-Fi veio para dar uma nova versão à banda larga. O sinal é enviado através de uma frequência que pode chegar até 54 Mbps no raio de alguns metros.

5) Via Fibra Óptica: Esse tipo de internet é toda a partir de cabos de fibra óptica que possibilitam uma maior velocidade no envio de dados sem perda de sinal e qualidade. Uma das maiores vantagens em utilizar esse tipo de conexão é sua alta velocidade de internet, que transmite dados em grande volume e por distâncias maiores.

6) Via Rádio ou 1G: A internet via rádio tem o sinal transmitido através das antenas. Dessa forma, o sinal é enviado e recebido através de uma torre de transmissão fixada em um ponto estratégico.

7) Tecnologia 2G: A segunda geração (2G) surgiu na década de 90, quando as operadoras móveis implantaram dois padrões concorrentes de sinal digital para voz: o GSM (Global System for Mobile Communications) e o CDMA (Code Division Multiple Access). É nessa época que surgiu o celular no Brasil. O 2G ficou bastante conhecido porque foi a época que houve a troca do analógico para digital.

8) Internet 3G: O 3G veio para revolucionar o uso da internet nos dispositivos móveis. Ele funciona com a internet a rádio. O crescimento do 3G foi tanto que recebeu adaptação para notebook. Assim, os usuários são capazes de acessar a internet sem problema.

9) Internet 4G ou LTE: A Internet 4G vem trazendo importantes avanços no que se refere à velocidade de conexão e ao carregamento de dados. A sigla 4G define a quarta geração de telefonia móvel e funciona com a tecnologia LTE (Long Term Evolution) que se baseia na transmissão de dados pela tecnologia WCDMA e GSM. Sua principal concorrente é o WiMax (uma versão mais poderosa que o Wi-Fi, capaz de cobrir uma cidade inteira e com uma taxa de transferência de dados surpreendente.

10) Internet 5G: O 5G é a futura geração da telefonia celular e já vem sendo desenvolvida para substituir o 4G. Esta nova geração está prevista para ser lançada e disseminada por volta de 2020, continuando com o padrão de evolução das gerações anteriores. A evolução desta geração prevê uma velocidade maior nos dispositivos pessoais como tablets e smartphones. Mas não apenas isso, a expectativa é que o 5G traga a estrutura necessária para que a internet dos objetos seja uma realidade mundial.

As redes de comunicação no mundo globalizado, a integração econômica e cultural entre os países, conhecida como Globalização, a circulação de informações ágeis, a comunicação em massa, na qual as pessoas podem se comunicar instantaneamente com qualquer pessoa do mundo, entre outros fatores, impactaram muito não só a vida cotidiana , mas também, os relacionamentos entre as pessoas. Parece que vivemos o nosso dia a dia, sem ao menos reconhecer os impactos de certas mudanças de comportamentos, como indivíduos únicos que somos e como nos posicionamos e interagimos com o mundo e as pessoas que coabitam o mesmo tempo e espaço que nós, no caso, em sociedade. Porém, apesar de se tornarem cada vez mais necessárias e utilizadas no mundo, tanto nas relações comerciais, quanto no cotidiano das pessoas que vivem nesse mundo globalizado, o uso das redes de comunicação não diminui as diferenças sociais. Isso por que, assim como os efeitos da globalização não atingem a todos da mesma maneira, muitas vezes o uso das novas tecnologias não ocasionam grandes revoluções na realidade socioespacial. E, embora o acesso a essas redes atinja cada vez mais pessoas, a forma com que usam essas tecnologias e as consequências do seu uso, muitas vezes não é um fator determinante na modificação da sua condição social.

A Internet é a tecnologia decisiva da Era da Informação, e com a explosão da comunicação sem fio no início do século XXI, podemos dizer que a humanidade está agora quase que inteiramente conectada, embora com grandes níveis de desigualdade na largura de banda, eficiência e preço. A nossa sociedade em rede atual é um produto da revolução digital e algumas grandes mudanças socioculturais. Uma delas é marcado por uma maior atenção ao crescimento individual e um declínio na comunidade entendida em termos de espaço, trabalho, família e atribuição em geral. Mas individuação não significa isolamento, ou o fim da comunidade. Em vez disso, as relações sociais estão sendo reconstruídas com base em interesses individuais, valores e projetos. A vida virtual está se tornando mais social do que a vida física, mas é menos uma realidade virtual do que uma virtualidade real, facilitando o trabalho da vida real e vida urbana. Talvez a expressão mais significativa dessa nova liberdade é a transformação da Internet para as práticas sociopolíticas. Mensagens não fluem apenas de poucos para muitos, com pouca interatividade. Agora, as mensagens também fluem de muitos para muitos, e de forma interativa. As redes de comunicação horizontais criaram um novo cenário de mudança social e política.

Comentários
WhatsApp Converse com a gente no WhatsApp